Veja as novidades do iOS 7, novo sistema do iPhone e do iPad

Sistema operacional traz mudança radical pela primeira vez. Control Center, pastas e bloqueio de chamadas são destaque.

 

Anunciado em junho deste ano, o iOS 7, nova versão do sistema operacional da Apple para iPhone, iPad e iPod Touch, será lançado oficialmente nesta quarta-feira (18).

Praticamente reconstruindo todo o sistema e mostrando uma "cara nova", o iOS 7 chega com boas novidades e recursos para deixar a vida do usuário mais simples e prática, com destaque para o Control Center, uma espécie de painel com botões de acesso rápido a algumas funções do aparelho, e a organização de pastas sem limite de aplicativos, permitindo visualizar páginas sem limite de apps.

É importante lembrar que a nova versão do software estará disponível no iPhone 5S e 5C, anunciados no dia 10/9, e a partir do iPhone 4, do iPod Touch de quinta geração, e o iPad 2, além do iPad Mini. Isso significa que aparelhos mais antigos, como o iPhone 3GS, o iPad original e o iPod Touch de quarta geração não receberão a atualização.

No entanto, mesmo para os aparelhos compatíveis, existem recursos que não estarão disponíveis, como o Air Drop, sistema de compartilhamento de arquivos entre aparelhos via Wi-Fi P2P (peer to peer), que está disponível apenas para aparelhos mais novos, como o iPad de quarta geração e o iPhone 5.

 

Boas mudanças


Pela primeira vez em seis anos, o sistema operacional ganhou mudanças significativas em todas as suas esferas, e foi redesenhado desde a mecânica da interface até o design dos ícones, passando pela nova escolha de cores, privilegiando tons mais alegres e claros, e chegando à aparência minimalista das telas, essencialmente brancas.

A mudança, que desagradou alguns usuários, chegando a gerar comentários de que a aparência do iOS estava infantil, traz boas novidades, mesmo abrindo mão da conhecida sobriedade e os tons escuros tão conhecidos na tela de um iPhone.

Com a saída de Scott Forstall, vice-presidente sênior do iOS da Apple, o software passou a ficar nas mãos do vice-presidente de design da companhia, Jony Ive, fazendo com que o sistema deixasse a conhecida aparência realista, como se o aplicativo de calendário precisasse imitar uma agenda, com direito a detalhes como a costura virtual no couro, e passou a ser um turbilhão de linhas e fontes finas, e transições suaves.

 

Fonte: G1

Conte-nos sobre Seu Projeto